Blog do Dione

Durante minhas mentorias para novos empreendedores eu sempre sou questionado sobre a importância de fazer a separação das finanças pessoais das empresariais. Novos empreendedores geralmente acumulam funções, ao mesmo tempo que estão cuidado do fluxo de caixa tem que se preocupar com as operações da empresa. Então justamente por não estarem acostumados com todos esses processos acabam misturando o dinheiro da empresa com o da sua conta pessoal.


Acreditem em mim, é um erro comum mas que pode trazer graves consequências para o seu empreendimento. Não diferenciar suas finanças pessoais das empresariais torna cada vez mais difícil a quantificação do seu lucro e até mesmo as projeções sobre o futuro da empresa, impedindo de criar um planejamento exato com metas e previsões. Além disso dificulta até mesmo a certificação para saber se seu empreendimento está gerando prejuízos.


Dessa forma, discernir as finanças da pessoa física para a jurídica deve ser uma das maiores preocupações dos empreendedores. Para isso, diversas estratégias podem ser tomadas, mas todas estão baseadas em uma mesma característica: a organização. Ser disciplinado é o requisito essencial para não se perder entre as contas.


Essa organização começa pela parte institucional. É importante criar uma conta corrente específica para o dinheiro da empresa, até porque os bancos costumam ter planos mais vantajosos para contas empresariais. Além disso, evite levar pagamentos da empresa para sua casa e vice-versa. Essa separação precisa estar clara não só institucionalmente, mas também na prática.


Outro ponto essencial é definir um salário ao proprietário, também chamado de “pró-labore”. Ser dono de um negócio não significa deixar de ter uma renda mensal fixa, como seus funcionários. Essa quantia, inclusive, não deve ser variável. Se você retirar mais quando a empresa render mais ou cortar o seu salário em momentos de crise, em pouco tempo o controle sobre as finanças será perdido.



Gostou desse conteúdo? Confere essa Live que eu fiz no meu Instagram falando mais sobre finanças pessoais e empresariais, é só clicar na imagem!




0 visualização0 comentário